Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Bom Jesus sedia primeiro Congresso de Turismo CEAD/UFPI
Início do conteúdo da página

1º Fórum Estadual de Educação Especial acontece no Cine Teatro da UFPI

  • Publicado: Quinta, 23 de Março de 2023, 09h26
  • Última atualização em Quinta, 23 de Março de 2023, 09h28

Forum Ie

O Centro de Educação Aberta e a Distância da UFPI (CEAD/UFPI), juntamente com a Universidade Federal do Piauí (UFPI), realizou o I Fórum Estadual de Educação Especial, com o tema “Diálogos e Interlocuções acerca das Realidades e das Possibilidades no Piauí”. O evento aconteceu no dia 21 de março, no Cine Teatro da UFPI, e objetivou abrir um espaço de diálogo com formadores, profissionais da educação e demais áreas que demandam atendimento especializado para debaterem sobre as atualizações nas metodologias que envolvem o tema. Na oportunidade, houve o lançamento do edital para o curso de Especialização em Atendimento Educacional Especializado.

Na abertura do Fórum, a diretora do CEAD/UFPI, Lívia Nery, ressaltou a importância das parcerias para a realização do fórum e do lançamento do curso. A diretora também ratifica a responsabilidade dos atores da educação para a transformação do cenário de inclusão de fato e de direito. “O espaço escolar é lugar para ser feliz. A partir desse sentimento de felicidade que pensamos nesse projeto, nessa proposta de especialização com o apoio da UFPI, da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi) e das Secretarias Municipal (Semec) e Estadual (Seduc). É um sonho sonhado por muitas mãos distintas e diversas, como representado em nossa camiseta do evento. Então, abrimos as portas para que a sociedade encontre um espaço para o diálogo e perspectiva de pensarmos um mundo mais feliz, uma escola mais plural e diversa, além de uma universidade inclusiva”, comenta Lívia.

O reitor da UFPI, Gildásio Guedes, pontuou o desenvolvimento das instituições de ensino superior no tocante ao trabalho de promoção de espaços inclusivos. “É um trabalho forte e que precisa ser absorvido por toda a comunidade. Isso porque as coisas evoluíram e muitas pessoas acreditam que estamos trabalhando para um pequeno grupo, mas o Brasil e as universidades públicas são de todos e todas. E só o coração de pessoas sensíveis é capaz de agir nesta direção. Então, este 1º Fórum e o lançamento desta especialização vêm no momento para nos conscientizarmos e para conhecermos a teoria e levarmos para a prática. Vale a pena incluirmos e a Universidade Federal do Piauí se faz presente nesse processo”, disse Guedes.

Forum Ib

A coordenadora do Curso de Especialização, Carla Andrea, mencionou a alegria em oferecer uma especialização dedicada à formação e à capacitação de profissionais que empenham a sua rotina ao atendimento educacional para pessoas com deficiência. “Com muita alegria, esperamos receber educadores, gestores e pesquisadores da área de educação especial. Iniciamos uma etapa muito importante que é o oferecimento de uma educação a distância na área de Atendimento Educacional Especializado. Então, contamos com todos para a divulgação a fim de que chegue aos profissionais que precisam ter o seu saber atualizado para bem receber os alunos público-alvo da educação especial”, ressaltou.

Para o secretário de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência (Seid), Mauro Eduardo Cardoso e Silva, a educação precisa de promotores da inclusão, sendo a sala de aula o lugar onde há a necessidade de profissionais qualificados como agentes da transformação. “É uma alegria participar de um momento tão rico como esse. A educação é a base de tudo e transforma a vida das pessoas. Para as pessoas com deficiência não seria diferente. Então, é essencial que tenhamos profissionais da educação capacitados na sala de aula. E ficamos felizes, pois sabemos que ao final vamos colher importantes resultados com profissionais qualificados, capacitados e dedicados a uma inclusão de fato e de direito”, explica o secretário

A superintendente de Ensino Superior, Viviane Carvalhedo, esteve representando a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e parabenizou a UFPI pela preocupação com o tema, além de agradecer aos responsáveis pela promoção do curso de especialização. “Falar de educação especializada e ver a academia se preocupando com a educação especial e com a pessoa com deficiência diz muito, não só sobre as metas do Plano Nacional de Educação, pois vamos cumpri-las, mas, para além disso, diz sobre cuidar das pessoas que precisam ter seu direito reconhecido. Então, aqui estamos para promover o cuidado das pessoas com deficiência olhando pela perspectiva da academia, unindo forças com as secretarias de educação e entendendo o quão relevante é essa agenda para tratarmos a educação como ela precisa ser, ou seja, equidade de fato e de direito, na prática”, reforçou Viviane

Representando a Secretaria Municipal de Educação (Semec), a coordenadora da Divisão de Educação Inclusiva, Amanda Kárdia, mencionou o trabalho já desenvolvido na Secretaria no que se refere à formação continuada e celebrou o desenvolvimento dos trabalhos com a nova especialização. “É um trabalho inovador esse de formação de professores na perspectiva inclusiva. Por isso, é um prazer participar desse momento. Hoje, todos os professores e técnicos da rede têm uma formação inclusiva. Essa especialização vem somar com o trabalho que a Secretaria já tem feito, como também vem suprir um dos desafios da educação inclusiva: o treinamento de professores. A Semec fica honrada com o convite. Contem conosco”, agradeceu   Amanda.

Forum Id

A ex-secretária de Educação do Piauí e atual conselheira do Tribunal de Contas do Estado (TCE/PI), Rejane Dias, comentou a importância do espaço para o diálogo sobre educação inclusiva e parabenizou a equipe de profissionais à frente do curso. “Muito feliz de participar deste Fórum para discutir políticas públicas e educacionais ao mesmo tempo que prepara futuros professores com especialização em educação especial. Na condição de mãe de uma mocinha com deficiência, eu sei o quanto é importante capacitar os nossos profissionais da educação para estarem preparados para receberem o aluno com algum tipo de deficiência. Então, louvo e parabenizo a Instituição por essa iniciativa de apresentar ao Estado do Piauí mais uma oportunidade voltada para a especialização dos nossos professores”, comentou a Conselheira Rejane Dias.

A representante do Ministério da Educação (MEC), Leda Regina Bitencourt chamou a atenção para a necessidade do mapeamento de outras condições intelectuais que demandam cuidado. “Conseguimos ver a questão da deficiência intelectual, mas não temos a mesma percepção para as altas habilidades e superdotação. Às vezes nos voltamos muito para a carência e não conseguimos fazer um estudo para aquilo que também é diferente”, alertou.

Durante a abertura, os presentes prestigiaram a apresentação de Bia Rodrigues, pessoa com deficiência, cantora e estudante de Música da UFPI que interpretou alguns clássicos da MPB.  Também estiveram presentes a Pró-Reitora de Pós-Graduação, Regilda Moreira-Araújo; a fundadora da Associação de Amigos dos Autistas do Piauí (AMA), Maria Helena de Oliveira; o professor Antônio Cardoso Amaral; a coordenadora adjunta da Especialização, Maria Dilma Andrade Vieira dos Santos; o Presidente da Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência da OAB-PI, Marcus Vinícius Andrade Silva; e a discente do Curso de Moda e Estilismo, Marcia Sousa de Araújo.

Forum Ic

Edital para Especialização em Atendimento Educacional Especializado

O evento contou com o lançamento do Edital da Especialização em Atendimento Educacional Especializado, com a oferta de 800 vagas para professores da rede pública estadual e municipal em 10 polos. Ofertado por meio de uma parceria entre o Centro de Educação Aberta e a Distância da UFPI (CEAD/UFPI) e a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), esse é o primeiro curso de especialização do Piauí a oferecer formação para docentes nas turmas de Atendimento Educacional Especializado, promovendo o amparo das necessidades no ensino de pessoas com deficiência.

Forum I

Forum Ia

registrado em:
Fim do conteúdo da página