Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Encontro reúne secretários dos cursos de graduação
Início do conteúdo da página

“Amar, Viver, Escrever”: lançamento do livro ocorre nesta quarta-feira (8)

  • Publicado: Segunda, 06 de Maio de 2019, 10h18
  • Última atualização em Segunda, 06 de Maio de 2019, 11h28

Capa aberta AMAR VIVER ESCREVER

 

“Eis que estou de volta com “Amar, viver, escrever”, novo terceiro livro de crônicas. Amar, viver e escrever são palavras muito próximas à minha maneira de enfrentar o mundo, não importa a ordem que se imponha entre as três.” Com essas palavras, Maria das Graças Targino inicia a descrição de sua mais nova obra, “Amar, viver, escrever.” O livro será lançado nesta quarta-feira (8), às 19h, na Livraria Anchieta, durante o evento Café Literário.

A profissional é Doutora em Ciência da Informação pela Universidade de Brasília, jornalista e Pós-Doutora em Jornalismo pela Universidad de Salamanca, Salamanca - Espanha, atuando junto ao Centro de Educação Aberta e a Distância da Universidade Federal do Piauí (CEAD/UFPI) por quatro anos, incluindo a Coordenação do Curso de Alfabetização e Letramento vinculado.

“Trechos, textos e personagens que compõem “Amar, viver, escrever” tendem a nos levar, pouco a pouco, a enxergar o amor ao outro e a vida em sua complexidade de forma mais livre, leve e solta, ao tempo que exige de mim a flexibilidade para transitar dentre um rol que mescla, audaciosamente, passado, presente e futuro”, comenta a autora.

 

Convite

 

Durante o evento, também serão realizados outros lançamentos e apresentação musical. O livro “Amar, viver, escrever” será lançado também durante a 17ª edição do Salão do Livro do Piauí (SALIPI) 2019, que ocorre no período de 31 de maio a 9 de junho, no Espaço Rosa dos Ventos, da Universidade Federal do Piauí.

“Desta vez, excluímos, quase que por completo, crônicas de viagem, que serão mais adiante editadas à parte, e incluímos, em seções específicas, resenhas leves sobre livros e filmes, embora, alguns dos livros também tenham se transformado em filmes. São elementos que integram meu viver, até porque, como reitero a cada oportunidade que surge, não sou crítica “de carteirinha”, mas tão somente amante compulsiva da literatura e do cinema”, conclui a autora.

registrado em:
Fim do conteúdo da página