Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > CEAD/UFPI abre inscrições para Curso de Introdução a programação com Python
Início do conteúdo da página

CEAD/UFPI apoia especialização em Educação Física adaptada

  • Publicado: Segunda, 10 de Julho de 2023, 12h25
  • Última atualização em Segunda, 10 de Julho de 2023, 12h58

Especialização EDU Física

Projeto pioneiro de pós-graduação será lançado no segundo semestre de 2023

O Centro de Educação Aberta e a Distância da UFPI (CEAD/UFPI) apoia a implementação do primeiro curso de pós-graduação em Educação Física adaptada e inclusiva do Piauí. A proposta nasce da carência das discussões no contexto escolar, voltada às práticas de atividades físicas e esporte adaptado em razão das discussões durante o período da graduação ainda serem poucas, apesar do avanço. Para tanto, a ideia é já incluir nesse projeto o esporte adaptado com o apoio do Comitê Paralimpico Brasileiro para elaboração de ementa e operacionalização da disciplina voltado ao esporte paralímpico. 

A diretora do CEAD/UFPI, Prof.ª Dr.ª Lívia Nery, comemora a iniciativa pioneira em promover inclusão nas atividades desportivas e anuncia a especialização ainda no ano de 2023. “Muito nos alegra estar dando o primeiro passo para essa promoção inclusiva no nosso estado. A especialização vem trazer ao aluno o que falta de aprofundamento lá na graduação. E, temos a parceria do Comitê Paraolímpico Brasileiro para nos ajudar a fazer uma disciplina o mais interessante possível dentro dessa perspectiva do esporte adaptado. Então, em nome do Centro, estamos aqui para abraçar essa ideia”, celebra Lívia.

Segundo a professora do curso de Educação Física da UFPI e responsável pela proposta da especialização, Prof.ª Dr.ª Mara Jordana Costa, até o ano passado, o Piauí não teve representatividade nas paralimpíadas escolares. Para mudar essa realidade, a professora reforça a importância da capacitação de professores para receber e incluir o público com necessidades específicas nas atividades desportivas. “O propósito da especialização é capacitar os professores para receber esse público que já está na escola, mas incluí-los nas aulas de educação física, realizar a inclusão de fato. Com esse propósito, temos esse apoio do Comitê já na graduação para nos ajudar com capacitação, colocando o que precisamos de conteúdo e oficinas. Na graduação já existe a disciplina Educação Física Adaptada e, agora, a ideia é aprofundar esses estudos por meio da pós-graduação. E aí, a especialização pode até ser um piloto para a graduação, pois a gente insere a disciplina e no futuro a gente vai amadurecendo a fim de colocar no ensino superior”, explica a docente.

registrado em:
Fim do conteúdo da página