Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Novembro azul: CEAD/UFPI realiza roda de conversa em alusão à campanha
Início do conteúdo da página

Novembro azul: CEAD/UFPI realiza roda de conversa em alusão à campanha

  • Publicado: Terça, 06 de Dezembro de 2022, 09h45
  • Última atualização em Terça, 06 de Dezembro de 2022, 09h45

Novembro1

Ação contou com adaptação nos polos de Teresina e Piripiri; Encontro recebeu encenação de atendimento em consultório de urologia

Para encerrar o mês de novembro, colaboradores e servidores do Centro de Educação Aberta e a Distância da UFPI (CEAD/UFPI) realizaram uma manhã com bate-papo sobre a temática da saúde e prevenção ao câncer de próstata e de mama. Na oportunidade, houve encenação de atendimento ao consultório de urologia, além de bate papo com paciente que venceu o câncer de mama.

A presidente do Plano de Desenvolvimento da Unidade (PDU), Antonella Sousa, explica que a atividade de extensão intitulada “Conscientização sobre a importância da prevenção da saúde para mulheres e homens: uma ação coletiva no CEAD/UFPI no Novembro Azul” faz parte da implementação do objetivo de incentivar a qualidade da saúde dos técnicos, docentes e colaboradores, por meio da disseminação de conhecimentos e orientações de especialistas acerca de serviços básicos essenciais como exames periódicos de saúde.

“Na programação, apresentamos dois vídeos gravados pela médica Oncológica e professora da UFPI,  Dra. Cristiane do Rêgo, apresentação de depoimento da senhora Constância Gomes que superou o câncer de mama, dramatização de uma consulta ao urologista encenada por servidores e colaboradores da Instituição. Destacamos, deste modo, a importância de sensibilizar o nosso corpo de servidores quanto aos benefícios e a importância dos cuidados preventivos com a saúde física e o bem-estar integral”, pontuou.

Novembro2

"Existe vida antes e após o câncer. Mas existe vida!", afirma Constância

Constância Gomes foi diagnosticada em março de 2020 com o câncer de mama. Em visita ao CEAD/UFPI, a convidada compartilhou o processo pelo qual atravessou até a cura. Após 16 quimioterapias e 19 radioterapias, Constância diz celebrar a vida diariamente, como forma de resistência.

“Meu nome hoje é Resistência e Fé. Todo mundo que é diagnosticado com câncer precisa ter resistência, pois é resistir a todo o processo. Existe vida antes e após o câncer. Mas existe vida! É preciso tirarmos um tempo para cuidar da saúde. Exercícios físicos, alimentação, saúde mental. Isso faz parte da prevenção, aliado aos exames de rotina”, finalizou Constância.

A atividade também teve programação adaptada para o Polo de Teresina, sob a coordenação do prof. Francisco do Nascimento, realizando um debate in loco com membros de uma comunidade do bairro São Pedro, zona sul da capital. No Polo de Piripiri, a atividade foi conduzida pela profa. Auridete Ribeiro, juntamente com alunos e as palestrantes convidadas da área de enfermagem, Luciana da Silva (CRISFAPI) e Edilmara Ferreira (Postinho de Saúde). Também foi realizada panfletagem, em espaços públicos, de material informativo a respeito do câncer de próstata.

Novembro3

registrado em:
Fim do conteúdo da página