Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Pós Graduação Strictu Sensu
Início do conteúdo da página

Polo de Floriano inicia curso de Musicalização com instrumentos não-convencionais

  • Publicado: Terça, 04 de Outubro de 2022, 09h40
  • Última atualização em Terça, 04 de Outubro de 2022, 09h40

Musicalização Polo Floriano

Projeto do PRIL objetiva trabalhar interação pedagógica entre educação e música a partir de novas perspectivas

O Centro de Educação Aberta e a Distância da UFPI (CEAD/UFPI), por meio do Programa Institucional de Fomento e Indução da Inovação da Formação Inicial Continuada de Professores e Diretores Escolares (PRIL), realizou a aula inaugural do curso “Musicalização com instrumentos não-convencionais - formação docente para práticas interdisciplinares”. O evento aconteceu no último dia 24 de setembro, no campus da UFPI em Floriano e deu início ao Projeto de Extensão que objetiva contribuir para a formação dos discentes do 2º bloco dos cursos de Letras e de Pedagogia.

Segundo o coordenador, Jardel Viana, a criação do Projeto veio da necessidade de inserir a música na interface com a educação visando a elaboração de ferramentas de aprendizagem que contribuam para o desenvolvimento de habilidades como a autodisciplina, leitura e compreensão. 

“No diálogo com os discentes do programa é essencial uma formação que discuta metodologias e diferentes práticas de aprendizagem. Então, objetivamos uma interação pedagógica entre a educação e a música a fim de facilitar o processo de ensino e aprendizagem, colaborando com as pessoas envolvidas, ofertando-lhes novas alternativas para a prática docente dentro e fora da sala de aula que será o espaço laboral dos futuros professores formados em nosso campus”, explicou o coordenador.

A diretora do CEAD/UFPI, Lívia Nery, pontua que a proposta coloca a música como ferramenta de atração para o desenvolvimento das atividades acadêmicas. Ainda de acordo com a diretora, as ações envolvidas no projeto se destacam por contemplar objetos mais acessíveis a partir dos quais seja possível a extração de sons na dimensão musical, especialmente no tocante ao ritmo.

“Esse é um curso de extensão que visa proporcionar o desenvolvimento da habilidade musical a partir do uso de instrumentos não convencionais. A proposta é muito sustentável e bem inovadora, pois reforça o objetivo de formar professores criativos, sensíveis, com saberes variados e empenhados em seguir nessa perspectiva em seu futuro ambiente de trabalho: a escola”, celebrou Lívia.

O projeto inicia com 20 discentes dos cursos de Pedagogia e Letras do PRIL, na cidade de Floriano/PI, que estarão em constante comunicação e interação com outros polos do programa. No desenvolvimento dos encontros quinzenais, estão previstos acontecer oficinas, diálogos, audições, ensaios, leituras básicas, debates contextualizados a respeito da temática e discussão das problematizações.

registrado em:
Fim do conteúdo da página