Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Diretora do CEAD/UFPI recebe vereador Fábio Pereira da Silva
Início do conteúdo da página

Polos CEAD/UFPI retomam atividades

  • Publicado: Quarta, 09 de Fevereiro de 2022, 18h51
  • Última atualização em Quarta, 09 de Fevereiro de 2022, 18h51

Os Polos de Oeiras e Simões compartilham seus desafios e conquistas nesses anos de pandemia enquanto se preparam para a retomada responsável das atividades pedagógicas presenciais no ano de 2022. No interior do Piauí, no território Chapada Vale do Rio Itaim, a 400 quilômetros da capital Teresina, está localizado o município de Simões, conhecido como “cidade dos ventos” em virtude de seu potencial eólico. No município funciona o Centro de Educação Aberta e a Distância da Universidade Federal do Piauí (CEAD/UFPI) que tem como objetivo oferecer educação e qualificação para a população sertaneja. Nos últimos dois anos a pandemia se impôs e o distanciamento social se fez necessário o que obrigou a Instituição a buscar novas metodologias de ensino. Agora é chegada a hora da retomada gradual das atividades. Para a Coordenadora do polo de Simões, Prof.ª Maria do Socorro Bento, esses dois últimos anos foram tempos difíceis, que trouxeram dores e perdas, mas também foi um período de intensa aprendizagem: “Tivemos que conviver e aprender a trabalhar mesmo estando distantes. Não podíamos parar esse trabalho tão importante. Muitas famílias perderam pessoas queridas. Eu pessoalmente perdi minha irmã por conta da Covid. Mas surgiu uma luz, que é a vacina e que trouxe naturalmente a esperança de podermos continuar a vida e dar continuidade a nossos trabalhos que é aquilo que nos move, a nossa missão”.

WhatsApp Image 2022-02-09 at 12.50.17.jpeg

 

                   Prof.ª Maria do Socorro Bento Reis Carvalho

Mesmo com a vacinação, as medidas sanitárias devem persistir, como pondera a Coordenadora: “A expectativa para esse ano é que possamos retomar, naturalmente de forma gradual, nossos encontros presenciais, munidos de toda segurança e com todos os cuidados necessários, principalmente no que diz respeito à vacinação em dia. É muito importante levar em conta os protocolos de segurança como distanciamento, uso da máscara e a higienização das mãos”.

Segundo a professora, apesar das dificuldades, o ano de 2021 foi o tempo de se preparar para a retomada das atividades: “Eu destacaria como avanço no polo em 2021,  o trabalho de preparação para a retomada gradual das atividades presenciais que incluiu a visita dos engenheiros de biossegurança, a visita de profissionais da saúde para orientar os servidores e professores. Tivemos que adaptar o polo para essa nova vida. Foi um avanço do polo de Simões o de se preparar e se atualizar para o retorno das atividades”.

“E mesmo diante de todas as dificuldades nós não paramos, o polo não parou. Quando o aluno precisava, ele nos encontrava aqui, muitas vezes sem os abraços, sem a festa, sem contato físico mais próximo, mas o aluno nos encontrava aqui sempre à disposição para todas as demandas que ele precisava”. Destaca a Coordenadora.

Polo Oeiras

Na primeira capital do Piauí, a situação não foi diferente. No município de Oeiras os números de casos de Covid e suas variantes continuam a aumentar. E a pandemia parece que veio para ficar por mais tempo entre nós. Para a professora Neide Rosângela, Coordenadora do polo do CEAD/UFPI em Oeiras, é importante aprender a conviver com a pandemia para não trazer prejuízos para os estudantes: “Precisamos observar as normas de segurança. No nosso polo as salas são amplas, assim conseguimos garantir o distanciamento entre os estudantes. Sentimos que também é prejudicial o estudante fora da sala de aula, ele precisa, ele procura, ele busca continuar seus estudos e nós, de Oeiras, queremos ampliar o número de alunos atendidos. Para isso precisamos aprender a conviver de forma segura com a pandemia”.

 WhatsApp Image 2022-02-09 at 12.50.25.jpeg

Segundo a professora Neide Rosângela, as inseguranças ainda persistem e o dia a dia de quem leva educação para o próximo, mesmo no formato educação a distância, ainda é um desafio: “Estamos convivendo dia a dia com essas novas variantes, é uma nova realidade e os desafios serão constantes, mas precisamos nos manter vigilantes e abertos para levar educação e oportunidade para nossos estudantes e trabalhar para que a reabertura seja segura para eles e para os profissionais que compõe o nosso polo”, conclui a coordenadora.

O Centro de Educação Aberta e a Distância da Universidade Federal do Piauí, CEAD/UFPI, está presente em 48 municípios, sendo 46 no Piauí e 02 no estado da Bahia, ofertando 17 cursos de graduação, contribuindo assim para o aperfeiçoamento na formação de professores da educação básica, principalmente no interior do país, fomentando dessa forma o desenvolvimento econômico e social no do Piauí.

registrado em:
Fim do conteúdo da página