Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Rádio Universitária inaugura painéis em grafite em comemoração aos 100 anos do rádio no Brasil
Início do conteúdo da página

Rádio Universitária inaugura painéis em grafite em comemoração aos 100 anos do rádio no Brasil

  • Publicado: Quinta, 02 de Novembro de 2023, 11h40
  • Última atualização em Terça, 21 de Novembro de 2023, 11h40

Rádio 1

A Rádio Universitária inaugurou em 31 de outubro os dois painéis em grafite em comemoração aos 100 anos do rádio no Brasil

O projeto intitulado “Nas ondas da rádio” foi uma parceria entre a Rádio Universitária, o curso de Artes Visuais da Universidade Federal do Piauí (UFPI), o Centro de Educação Aberta e a Distância da UFPI (CEAD/UFPI) e outras instituições envolvidas. As obras trazem referências ao rádio piauiense, o veículo de comunicação com mais de seis décadas e da estética disco. Ambos os painéis se localizam nas paredes laterais do prédio da Rádio Universitária, no Centro de Ciências da Educação (CCE/UFPI).

Rádio 4

A solenidade contou com a presença de colaboradores da Rádio Universitária, do Reitor da UFPI, Prof. Gildásio Guedes e outros servidores da instituição

Segundo o diretor da Rádio Universitária, Prof. Sílvio Henrique, a ideia do projeto veio quando ele, em 2019, visitou a Rádio Universitária da Universidade Federal do Tocantins (UFT) e ficou encantado com a fachada do prédio, que era inteira grafitada com a temática tocantinense. Após assumir o cargo de diretor da Rádio em 2020, o professor começou a pensar em fazer o mesmo aqui. Quando conseguiu uma verba junto a reitoria lançou o projeto, que foi abraçado pelo departamento de Arte Visuais e pelo CEAD/UFPI.

“Em 2020, eu assumi a Rádio e foi um ano muito difícil. Mas aí eu pensei assim: quando começar a pingar um dinheirinho, eu vou solicitar a verba para a gente fazer essa restauração do lado de fora da rádio. E aí, foi isso que aconteceu. Quando eu consegui a verba, lancei o projeto grafite Nas Ondas da Rádio, que foi prontamente atendido pelo curso de Artes Visuais, com o professor Odailton Aguiar, chefe do departamento. Demos início ao processo, com captação de recursos, e conseguimos apoio do CEAD/UFPI, que também tem uma disciplina ligada a essa área de intervenção urbana. Então, as três instituições juntas colaboraram para que pudesse ficar pronto. O resultado ficou tão bom que valeu a pena esperar tanto”, conta o professor.

A diretora do CEAD/UFPI, Prof.ª Lívia Nery contou que a proposta de intervenção casou perfeitamente com o Centro, que no momento oferta o curso de Especialização em Ensino de Artes nos Anos Finais e tem uma disciplina que se chama Intervenção Urbana.

“Intervenção Urbana é isso. É toda a possibilidade de embelezamento, de transformação de um espaço público. E pensamos nesse espaço da rádio, nos 100 anos da rádio no Brasil, na nossa política conceitual, de fazer uma intervenção bonita envolvendo alunos da Universidade. Pronto! Fechou um sonho perfeito e completo. E aí, tivemos a adesão dos alunos, a adesão da coordenação, da especialização, com o CEAD/UFPI capitaneando a equipe com o projeto e o cadastro do projeto que culminou nessa arte fantástica que representa um pouco da história da rádio, da nossa cultura piauiense. Vemos a regueira, que tem ali na frente com o bonezinho e, observando com tranquilidade, podemos ver coisas que são bem representativas dessa cultura, do que é a rádio, dessa história da rádio. Vemos também um aparelho do tempo antigo, aquele de brinquedo, aquele pedido que chega ao radialista com a voz dizendo ‘toca aquela música’. Então, assim está perfeito!”, frisou a diretora do CEAD/UFPI.

Rádio 3

Diretora do CEAD/UFPI, Profa. Lívia Nery

Os painéis foram produzidos pelos artistas Artur Miranda, Clara Soares, Eduardo Santana, Jamires Martins e Wesley Veras, todos estudantes do curso de Artes Visuais da UFPI. A grafitagem teve início no dia 2 de outubro e será o tema do trabalho de conclusão de curso (TCC) do grafiteiro Artur Miranda, com a orientação do Prof. Odailton Aguiar, que é um dos coordenadores do projeto.

O grafiteiro conta que quando o Prof. Silvio Henrique entrou em contato com o departamento de Artes Visuais à procura de alunos para o projeto, ele estava presente e foi logo indicado. Então, Artur chamou outros artistas com quem ele já tinha intimidade e que trabalhavam com temas similares para trabalharem juntos. E, assim, desenvolveram o trabalho dentro da temática radiofônica, bem como da cultura piauiense.

“Eu fiz a frase ‘Nas ondas da rádio’, que é o nome do projeto. E nessas letras da frase eu escolhi um tipo de letra mais voltado para o disco, para cultura disco. A cultura hippie, nos anos 70 e 80, foi uma época que a rádio era muito influente no dia a dia das pessoas. E aí, os outros artistas também ficaram livres para produzir esses painéis dentro dessas duas temáticas: os 100 anos da rádio e a cultura piauiense”, explica.

rádio 5

Da esquerda para direta os artistas e estudantes Wesley Veras, Clara Soares e Artur Miranda

Após do sucesso do Projeto “Nas ondas da rádio”, o Centro de Educação Aberta e a Distância da UFPI (CEAD/UFPI), também promoverá o projeto de intervenção urbana para outros espaços da Universidade, com o intuito de fazer transformações em diferentes espaços da instituição.

Fotos: Pedro Melo

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página